sexta-feira, 15 de maio de 2009

O que eu penso sobre "CIVILIZAÇÃO"






Outro dia, lendo um artigo sobre Reservas Indígenas, fiquei abismado com as declarações de um estudioso francês, Jacques Leclerc que dizia o seguinte:




"Antes da chegada dos europeus, os índios no Brasil formavam uma população entre 5 e 6 milhões de habitantes. Depois de massacrados, submetidos à escravidão e epidemias, em torno de 1950 essa população estava reduzida a pouco mais de 100 mil indivíduos. Um genocídio digno do holocausto judeu"




Fechei os olhos e voltei muitos anos atrás, quando estudava no Colégio S. Luís, mais ou menos em 1950. (Colégio de padres jesuítas)
Todos os anos tinha a época das "Missões". Nessa época tínhamos que arrecadar fundos para as "Missões".
O que eram as Missões?
Segundo os padres, eles precisavam angariar capital para organizar caravanas de jesuítas para se embrenhar nas selvas afim de "salvar" os indígenas!!
SALVAR DE QUE? Dizem os padres que era para levar a palavra de Deus e o batismo para esses pobres ateus!
Os índios estavam muito bem, não precisavam que ninguém fosse salva-los!
Sinceramente, não acredito que Deus fosse manda-los para o inferno por não serem batizados. Deus não iria culpa-los por não O conhecerem.
O que os brancos que se dizem "civilizados" levaram para os indígenas?
Levaram doenças, bebida alcoólicas, armas de fogo, criminalidade, etc, sem contar a invasão de suas terras fazendo escravos.
Os índios tinham armas sim! Arco e flecha, lanças, etc. mas usavam essas armas para defesa pessoal e para caçar para seu sustento e não para matar pelo simples prazer de matar, como fazem os "civilizados".
Neste caso, quem são os "civilizados"?
Após algum tempo, os brancos conseguiram "civilizar" alguns indígenas.
Hoje já se vê índios andando pelas nossas ruas pedindo esmola, muitas vezes com Aids ou tuberculose, às vezes bêbados, assaltantes, e até (pasmem) deputados!
Já faz algum tempo, não sei se vocês se lembram, houve um caso de 2 índios que de carro, seqüestraram e estupraram uma garota!
Para finalizar digo que me sinto culpado e com remorso por cada tostão que consegui angariar nas ditas "missões".
Roberto

2 comentários:

  1. Realmente, o homem branco nunca deveria ter se entrometido na vida do indio. Realmente, quem disse que eles nao eram civilizados e que os homens brancos sim? Alias, o que é ser civilizado? Saber mexer com dinheiro, ter propriedade privada, ter poder politico, ganancia? Ser civilizado é ter tudo de pior que o homem construiu? Por que é isso que o homem branco ensinou para o indio.
    Preferia entao nao ser considerada civilizada!

    ResponderExcluir
  2. Victor Berti - vaberte@ufu.br3 de março de 2011 10:52

    Devemos continuar fazendo missões. Para que? Para salvá-los!!!...
    Salvá-los da loucuras do colonizador, do explorador e da FUNAI, enfim, dos ambisiosos.
    "A Cesar o que é de Cesar." A terra era deles e ninguém pediu permissão para ocupálas e muito menos dizer a eles o que deveriam fazer ou se sujeitar. Vivemos num mundo em que o homem explora o outro homem em nome do progresso. Progresso??

    ResponderExcluir