sexta-feira, 27 de maio de 2011

DOIS MESES PARA O FIM DO MUNDO



>
Autor: Roberto Carneiro
Minha intenção não é discorrer sobre a malfadada profecia Inca sobre o Fim do Mundo em 21 de Dezembro de 2012. Sinceramente não acredito nisso. O que vai acontecer é que, a Terra estará alinhada com o Sol e com o centro da galáxia. Mais nada! (Assim espero!)
O que vou escrever não passa de suposições que podem parecer absurdas, mas se pensarmos bem, tem sentido!
Já assisti vários filmes que exploram o tema “Fim do Mundo”. Filmes de ficção fantásticos com efeitos especiais maravilhosos! São cidades invadidas por ondas gigantescas que destroem os edifícios, são planetas que se chocam com a terra, etc.
Porem não vi nenhum filme que explorasse o tema de como se comportaria a humanidade sabendo exatamente o dia e a hora em que o mundo acabaria.
Imaginei então, se é que alguém pode imaginar como seria se a humanidade soubesse que dali a dois meses, o mundo inevitavelmente iria acabar.
No seu caso, o que você faria? Acho que até sei o que você responderia: - Eu levaria normalmente a vida, como se não soubesse de nada, pois eu não poderia fazer nada a respeito! Apenas gostaria de estar junto com meus familiares!
Mas o negócio não é tão simples assim! Senão vejamos:
Se você está cursando uma faculdade e pretendia se formar daqui a dois anos, você saberia que isso estaria fora de cogitação. Mesmo que você queira continuar frequentando as aulas para fingir que nada mudaria, eu pergunto: Quem iria dar as aulas? Mesmo que triplicassem o salário dos professores eles iriam dizer: E o que eu faria com o dinheiro? Iria subornar São Pedro? Nem aqui na terra, o dinheiro iria servir para subornar alguém!
O alimento sumiria do mercado! Quem iria plantar? E para que plantar? Mesmo que fosse para seu próprio sustento, não daria tempo de crescer!
Seria o caos total. Supermercados seriam assaltados em busca de alimentos. Não existiriam assaltos para roubar dinheiro, pois de mais nada serviria o dinheiro.
Acredito sim, que existiria muita gente de boa fé, que iria colaborar com a solidariedade humana, como acontece nas grandes catástrofes, mas seria uma minoria, pois cada qual estaria pensando no seu próprio problema.
As estradas estariam lotadas de pessoas que queriam viajar para estar com seus familiares quando chegasse o fim. Mas só completariam a viagem quem dispusesse de uma reserva de combustível, pois quem estaria trabalhando em algum posto? Trabalhar para que?
Motoristas, maquinistas, pilotos e comandantes não iriam querer trabalhar! Para que?
Portanto, Viajar seria praticamente impossível!
E quanto ao sexo? Nossa! Seria um Deus nos acuda! Nenhum jovem iria querer morrer virgem! Haveria uma onda de estupros!
As igrejas estariam repletas de fiéis orando para estar de bem com Deus! Lá estaria todo tipo de gente. As pessoas de bem, os fora da lei, e até mesmo os políticos brasileiros!
Acredito que uma grande maioria iria morrer antes do fim do mundo, pois haveria uma onda de suicídios, ataques de coração, desastres, incêndios (cadê os bombeiros?) tumultos com casos fatais etc. Esses seriam felizardos que não assistiriam o derradeiro momento!
E você? Ainda acha que poderia levar uma vida normal até o fim?
Eu sinceramente, gostaria de estar com meus familiares numa igreja rezando e pedindo perdão a Deus pelos meus pecados! hehehe!!!

4 comentários:

  1. Pois é pai, aconteceria isto mesmo... acho que todos gostariam de aproveitar o restante da vida com viagens, luxo, torrariam todo o seu dinheiro com futilidades, mas realmente seria um caos tão grande que não conseguiriam fazer nem metade do que queria pois como vc mesmo disse, TODOS largariam seu trabalho para fazer o mesmo... e depois, se a profecia não se concretizasse por si só, o homem destruiria o mundo e aí sim ele acabaria pelas mãos do homem... O FUTURO SÓ A DEUS PERTENCE... não devemos dar ouvidos a profecias... devemos levar a vida como ela é, até o final dos tempos... se não aproveitarmos esta vida, quem sabe numa próxima né? bjs

    ResponderExcluir
  2. André Cavalcanti29 de maio de 2011 15:50

    O History Channel paasou uma série chamada: O mundo sem ninguém", deprimente, angustiante, impressionante, não recomendo. hehehehehe

    Hoje é sempre um dia triste para mim, pois passo o tempo todo me lembrando de tio Antonio (seu aniversário. Quero ligar para tia Ignez, mas para dizer o quê? Saudades, muitas saudades!

    ResponderExcluir
  3. muito boa sua reflexão.
    daria uma história/filme bem interessante!! (:

    ResponderExcluir
  4. Esse seu post me fez lembrar daquela velha música do Raul Seixas : "O dia em que a Terra parou" ...

    ResponderExcluir